.

BOTE FÉ! Jornalismo a Favor da Cidadania!

Interdisciplinaridade é usada para estimular o ensino e aprendizado dos estudantes





A educação é um fator importante para contribuir com a evolução da sociedade. É um direito de todo cidadão ter acesso ao ensino de qualidade. Nessa condição é preciso criar métodos para que os alunos interajam uns com os outros para produzir conhecimento.


 Professores usam a interdisciplinaridade para estimular estudantes   

A interdisciplinaridade é um dos caminhos que colaboram para que os discentes exponham a realidade sobre o que enxergam. Foi desse modo que foi realizada a II Feira de Ciências: Inovando Conhecimento, realizado nessa última quinta-feira, no Colégio Estadual Professora Celestina Bittencourt, em Ipiaú.


Durante o evento, foram tratados de temas referentes à saúde, meio ambiente, comunicação e história. Um dos participantes da Feira, Pedro Santiago, 12 anos, comentou o que achou da feira.


Pedro ressalta que a feira estimula a estudar 
“Gostei da feira, por que além de trazer conhecimento me motivou a estudar. Além disso, meu grupo está apresentando uma coisa que acho importante para a saúde de todos nós, que é a questão da alimentação saudável e os problemas da obesidade”, ressaltou Pedro.  

           
Já na parte de histórica foi tratada a questão da tecnologia e degradação ambiental ao longo da história.  A professora Clara Vieira citou que a oficina é uma via de por em prática o que é ensinado na sala de aula.  


Estudantes visitam os experimentos científicos   
“A oficina científica consegue demonstrar de forma prática os assuntos que trabalhamos na sala de aula. Nesse caso do meio ambiente, a ideia é que os discentes percebam o impacto do consumo exagerado e o que isso causa para a natureza. Além disso, buscamos trabalhar com a importância da reciclagem e o descarte do lixo”, explicou Clara.




O diretor do colégio Paulo Cerqueira expressou que “a feira cientifica colocou o aluno em contato com a teoria e a prática no ensino da ciência e dos experimentos científicos. E esse método faz com que os discentes adquiram experiência para criar seus próprios experimentos”.


Ainda de acordo com Paulo, os professores estão de parabéns pelo trabalho que vem desenvolvendo com a classe estudantil.


Vicente Andrade                                            

    
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial