.

BOTE FÉ! Jornalismo a Favor da Cidadania!

Machombongo concretiza integração artística e luta por melhorias na cultura ipiauense




O sino da igreja tocou para anunciar a hora da missa, os fiéis desciam para a cerimônia. Enquanto isso, nos bastidores, o palco estava sendo armado para as diversidades artísticas existentes em nossa região.
Fotos: Lis dos Anjos


Por muito tempo, Ipiaú não tinha visto um movimento que sacudisse o cenário cultural do município.


Quando a missa acabou, o machombongo 8 iniciou as atividades integrando arte, literatura e música.

Estes ingredientes abrilhantaram o evento e o público saltou do chão com as apresentações das bandas e ficaram com os ouvidos atentos nas poesias declamadas.



A Associação Cultural Euclides Neto (ACENE), responsável pelo evento, fechou o ano de 2014 com muita dedicação para alavancar a cultura em 2015.


Kaike Lamoso, juntamente com sua Irmã Anike, ambos, filhos da terra, declamaram poemas.

Kaike comentou sobre o machombongo 8, “pra mim é uma honra estar na cidade e reconhecer o movimento cultural. Ipiaú possui uma diversidade muito grande de artistas e, quando juntos, fazem a coisa acontecer.

Arte ao vivo

Durante as apresentações musicais, os artistas plásticos pintou os tapumes da Praça Ruy Barbosa colorindo e dando vida a arte. 

Eric Frantto foi um dos artistas que pitou os tapumes e discorreu que “o cenário cultural de Ipiaú estava precisando desse alavanque. A Acene está de parabéns e nos dá uma perspectiva de reascender a cultura oferecendo espaço para os artistas em geral”.
Eric Frantto

Arthur Campelo que também deixou desenhado a sua arte nos tapumes que rodeiam a praça comentou que “a arte é o processo de pesquisa e de luta. Além disso, é a busca de novos mundos e a Acene é uma saída para a transformação cultural da cidade”.



O público

Era perceptível a diversidade do público no machombongo 8, a junção da alegria com a festa foi imensa. Todos aplaudiam e cantavam juntos com as bandas.

Márcio Barreto, vocalista da Banda Leões de Jah de Ipiaú, presenciou o evento e afirmou que é um lutador da cultura e acredita na vertente cultural para transformar o ser humano.
Márcio (direita da foto) 


“Eu sou um incentivador da cultura e acredito que com ela podemos transformar as pessoas, por meio da consciência humana. Pena que o Brasil é carente em relação a incentivos na cultura. Por outro lado, fico muito feliz em saber que este movimento cultural está nascendo na nossa cidade”, concluiu Márcio.

Lutas    


Durante o evento foram discutidos temas importantes para a cultura ipiauense como, por exemplo, a reativação do Museu do Lavrador e a implantação do Sistema Municipal de Cultura.

Foto: Edson Bastos

Integrou o evento, o filme de Edson Bastos sobre o escritor e ex-prefeito de Ipiaú, Euclides Neto. Além disso, também houve uma discussão sobre o antigo cinema de Ipiaú, o Cine Éden.


No mais, a Acene está de parabéns pela iniciativa que honrou mais uma vez o trecho do hino da cidade que diz “Na fibra e na coragem do teu povo, reside tua riqueza Ipiaú”.

O evento ocorreu nesse último sábado (20) de Dezembro, na praça Ruy Barbosa.  

O presidente da Acene, Marcel Hohlenwerger, destacou que o evento conseguiu "evidenciar na diversidade artística, a força cultural de Ipiaú e da região. As características  foram demonstradas através da manifestação artística e no debate de temas que fortaleçam o desenvolvimento da nossa cultura e a preservação do nosso patrimônio histórico".

Confira as fotos do vento pelo Link

Vicente Andrade   


Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial