.

BOTE FÉ! Jornalismo a Favor da Cidadania!

Estudantes do CETEP de Ipiaú participam de aula prática sobre sustentabilidade






Professores e estudantes na aula prática de campo


A educação é de suma importância para o desenvolvimento cultural e intelectual de qualquer ser. Sem a educação não existe condição para a evolução de qualquer município.

De acordo com o educador Paulo Freire a teoria não pode ser separada da prática. Pois bem, no último sábado (11), os professores de biologia e engenharia ambiental realizaram uma aula prática de campo no CETEP Médio Rio de Contas, em Ipiaú, sobre o desenvolvimento sustentável.

Durante a aula os estudantes de agronegócio e meio ambiente desenvolveram na prática a criação de hortas, purificador e também de compostagem.

A aula foi bastante empolgante e dinâmica. De acordo com a bióloga Malu Andrade a aula de campo é importante porque trabalha a parte prática da teoria.
Professores esquerda para direita:
Malu, Islan e Radimara 

“A parte prática é importante para que os estudantes técnicos aprendam para conseguirem desenvolver trabalhos fora da escola de modo profissional para atender a demanda do mercado de trabalho”, concluiu Malu.

Para Ana Paula Almeida, estudante de meio ambiente “a aula foi muito produtiva porque trabalhamos com a questão dos resíduos sólidos e compostagem e também do tratamento de água e da camada de ozônio e isso enriquece nosso conhecimento”.
Estudante de meio ambiente
Ana Paula 


Samuel Santos, estudante de agronegócio frisou que “a aula de campo foi muito bom porque aprendemos a produzir de maneira sustentável sem que o meio ambiente seja agredido”.


Estudante de agronegócio
Samuel 


Energia renovável  

O professor de meio ambiente Islan Calazans, presente na aula reproduziu um projeto sobre energia sustentável e explicou que o modo de fabricar a energia sustentável pode ajudar as pessoas a entenderem que é possível produzi-la com simples materiais contribuindo para racionalização.

“A aula de campo foi uma maneira de apresentar aos alunos uma forma solidária de lhe dar com o planeta de modo sustentável objetivando a redução de sacolas plásticas e tantos outros materiais que prejudicam o nosso meio ambiente. “Fazendo nossa parte com certeza é contribuir para idealização de práticas sustentáveis”, afirmou Islan.

Ainda de acordo com Islan foi desenvolvido junto com os alunos a forma de criar a energia renovável por meio do sal, do metal e do papel.
Islan afirmou que:


Professor Islan e a energia renovável 

“Na experiência com as latinhas o que ocorre é uma reação química entre o alumínio da lata e o oxigênio do ar e água. O sal torna a água boa condutora de energia. O oxigênio do ar estimula os elétrons gerando uma corrente elétrica. Então no alumínio ocorre a oxidação (perda de elétrons) e no cobre ocorre a redução (ganho de elétrons). O cobre serve como condutor de corrente elétrica que liga a luz do led”, concluiu Islan.


Vicente Andrade

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial