.

BOTE FÉ! Jornalismo a Favor da Cidadania!

Comer sem saber? Como assim?





Foto reprodução

Você já imaginou comer algo sem saber o que é? Pois então, a Câmara dos Deputados aprovou nessa ultima terça-feira(28),  que não será mais preciso a rotulação nas embalagens dos produtos que sofrem mudanças genéticas para o consumo humano. Ou seja, o consumidor não saberá mais se um alimento é transgênico ou não.

A pergunta é fácil, porque foi tomada a decisão de ocultar as informações para os consumidores sobre a modificação dos alimentos? Quem souber responde, por favor.      

Ao todo foram 440 votos, sendo 320  a favor e 120 contra para aprovar a  PL 4148/2008, do deputado ruralista Luiz Carlos Heinze (PP/RS). Os consumidores só saberão se o produto é modificado ou não, quando os alimentos possuirem organismos transgênicos superior a 1%.  

De acordo com a proposta, deverá constar no rótulo as seguintes expressões: “(nome do produto) transgênico” ou “contém (nome do ingrediente) transgênico.”

A desculpa foi o seguinte: “Nós não podemos, nós mesmos, criar obstáculos para o consumo dos nossos produtos. O agronegócio é que alimenta o país”, explicou o deputado Valdir Colatto (PMDB-SC), relator da matéria na Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio.
Os deputados, fazem da Câmara um balcão de negocios e quem sofre é a população com o descaso dos traidores da patria.

Violação do codigo do consumidor

A aprovação da PL 4148/2008 viola o artigo 6º do Código de Defesa do Consumidor, que aponta que são direitos básicos do consumidor saber “a informação adequada e clara sobre os diferentes produtos e serviços, com especificação correta de quantidade, características, composição, qualidade, tributos incidentes e preço, bem como sobre os riscos que apresentem”.

No mesmo momento que viola alguma lei que defende algum direito da população, já pode ser considerado crime, ainda mais, quando é para beneficiar parasitas do governo brasileiro.

Vicente Andrade
Informações Brasil de fato
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial