.

BOTE FÉ! Jornalismo a Favor da Cidadania!

Importância das matas ciliares por Jaline Rodrigues



A mata ciliar é a vegetação das margens dos rios, lagos, córregos, nascente, etc. Recebe esse nome porque assim como os cílios tem função de proteger os olhos, a mata ciliar tem a função de proteger o corpo hídrico que margeia.

Sem a mata ciliar os corpos hídricos ficam expostos e perdem a capacidade de reter/filtrar resíduos de agroquímicos. A mata ciliar evita a poluição dos cursos d’água, protege contra o assoreamento dos rios e enchentes. Além disso, contribui com a formação de corredores para a biodiversidade.

A biodiversidade dos rios e áreas ciliares funciona como fonte de propágulos e sementes sendo um importante banco genético para conservar o solo, auxiliar no controle biológico das pragas, equilibrar o clima, melhorar a qualidade do ar, água e solo. Também mantem a harmonia da paisagem e melhora a qualidade de vida. Contudo isso, de forma geral, as matas são responsáveis pela retenção de água no solo, sendo fundamentais para manutenção dos lençóis freáticos que alimentam rios, lagos, nascentes e demais corpos hídricos.

Por causa de sua importância a mata ciliar é considerada pelo Código Florestal como "área de preservação permanente" (APP), devendo-se respeitar uma extensão específica de acordo com a largura dos rios, córregos, lagos, represas e nascentes.


      Desse modo, toda a vegetação natural presente ao longo das margens dos rios, e ao redor de nascentes e de reservatórios, deve ser preservada e no caso de já estarem degradadas devem ser recuperadas. 

   Quem (pessoa física ou jurídica) que não respeitar o disposto na lei, além de prejudicar o meio ambiente, corre o risco de receber multas, não conseguir empréstimos bancários e outros incentivos fiscais, bem como ter obras embargadas e outras medidas administrativas.

 Jaline Rodrigues Ribeiro
 Consultora Ambiental (Bióloga – Especialista e Mestre)
 (73 9966 0468)
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial