.

BOTE FÉ! Jornalismo a Favor da Cidadania!

Astrogildo e a Astronave e o sonho de voar se eternizaram



 foto Marcos Reis

 A vida é feita de sonhos e destes sonhos conseguimos um pouco de alimento para viver.

Em Ipiaú, esse modo de pensar não é diferente para as pessoas que marcaram história.  São seres humanos que pensavam em alcançar a liberdade e se eternizaram.

Uma das personagens reais, o Astrogildo Andrade Santos, queria voar e foi na década de 1970 que ele inventou uma aeronave que poderia ir para os ares com a própria força do movimento, sem precisar de combustível.

Na mesma época, a astronave foi apresentada na Exposição Agropecuária da cidade e acabou sendo um grande atrativo para tantos olhares.

Se chegou a voar não sei dizer, mas só pelo fato de ter tido a ideia e construído a aeronave já é merecido o mérito do sonho e da construção.

Certamente se a criação de Astrogildo voasse, a Petrobrás temeria a concorrência e não teria tanto sucesso.

Tecendo as inspirações

O jornalista José Américo Castro registrou os fatos por meio do texto e contribuiu para a imortalidade da invenção de Astrogildo.
Tempo depois, o texto serviu de inspiração para o cineasta, Edson Bastos, construir o filme “Astrogildo e a astronave”.

O curta de 18 minutos, foi lançado no dia 30 de abril, na Praça Rui Barbosa, em Ipiaú. Centenas de pessoas participaram do lançamento, os olhares estavam atentos.

Para Edson “foi uma noite linda e emocionante. Não esperávamos tantas pessoas, principalmente o público idoso. Uma diversidade de crianças, adolescente, adultos e realizar a exibição na praça, locação do curta-metragem foi mais especial ainda” frisou Edson.
O filme e as participações

O filme Astrogildo e a astronave foi filmado em Salvador e também na cidade de Ipiaú. Muitos ipiauenses participaram do filme como figurante e também fizeram parte da equipe de produção. Assim todos puderam sentir a emoção de participar das gravações e também adquirir um pouco de conhecimento sobre a arte do cinema.

Desde a seleção dos atores até a finalização da montagem e edição é um trabalho que exige muita atenção e principalmente de recursos materiais e financeiros.

Edson Bastos relatou que “ foi um curta muito trabalhoso, com poucos recursos financeiros para os materiais que precisávamos para elaborar o filme. Até mesmo, os locais onde filmamos foi de difícil acesso, mas o curta-metragem é o resultado dessas dificuldades que encontramos durante todo o processo. E por isso torna o resultado do filme mais especial ainda”, concluiu Edson.

E realmente foi muito especial para todos que torceram e esperaram ansiosamente pela exibição do filme de Astrogildo e a Astronave. Assim fica uma linda mensagem e um legado muito simples: A vida é feita de sonhos.

Parabéns a Voo audiovisual por mais um belíssimo trabalho realizado e também por imortalizar cada vez mais a cidade de Ipiaú.
Davi Lisboa na atuação

Parabéns ao ipiauense, Davi Lisboa, que atuou muito bem no filme como um dos protagonistas e que também promete muito sucesso pela frente. E assim, personagens ipiauenses continuarão a marcar a história dessa linda cidade e codificar a mensagem:

“Ipiaú, terra de insanos”. Quem assistiu ao filme sabe do que estou falando.

Vicente Andrade
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial