.

BOTE FÉ! Jornalismo a Favor da Cidadania!

O resgate do buma-boi com o grupo de Bem com a Vida





O bumba-boi é um personagem do folclore brasileiro existente a muito tempo e que até hoje se faz presente em alguns lugares desse imenso país.  É uma tradição que perdura devido ao comprometimento de pessoas que se dedicam para deixar viva a lenda por meio de apresentações culturais.

E foi com o clima de cultura e alegria a apresentação do bumba-boi na Praça Rui Barbosa, ontem (21), em Ipiaú.

Diversas pessoas presenciaram a cena dançando juntamente com os personagens e canções que foram entoadas abertamente ao público.

O evento contou com o apoio do Coletivo Cultural de Ipiaú juntamente com o Rotary Vale Rio de Contas.


Grupo de bem com a vida  

É importante ressaltar que a vontade de permanecer sempre na ativa para compartilhar momentos contagiantes de felicidades se tornam fundamentais para a disseminação de alegrias.

O grupo da terceira idade de “Bem com a Vida” vem fazendo história a mais de 20 anos, em Ipiaú. 

E são eles que tornam o bumba-boi uma realidade em nosso município. Senhoras e senhores que possuem a alma jovem e que fazem permanecer viva uma das personagens folclóricas brasileira.

Jailda Pereira (59) é uma das integrantes do grupo e também é uma das principais responsáveis pelo bumba-boi.
Jailda Pereira 

“ O bumba-boi é uma forma de divertir o nosso grupo da terceira idade e também é uma maneira de resgatar a cultura. E fazendo essa apresentação me sinto feliz e forte, espero que novas pessoas venham participar desse processo cultural para da continuidade a esta linda tradição” pontuou Jailda.

A fundadora

Terezinha Soares é uma das responsáveis pela criação do grupo de bem com a vida.  O grupo foi criado a 20 anos atrás e hoje já conta com cerca de 140 pessoas.
Terezinha Soares

“ Eu me sinto realizada e feliz com a apresentação do bumba-boi e com os trabalhos realizados pelo grupo.   E por isso, gostaria de contar com mais apoio da cidade, pois o nosso grupo é um grupo de cultura e mesmo assim é pouco valorizado pelas autoridades” frisou Terezinha.

Ainda de acordo com Terezinha, o grupo se reúne de 15 em 15 dias para dançar e se divertir com alegria e cultura.

Voluntários

O grupo de bem com a vida é um grupo sem fins lucrativos e conta com o apoio de voluntários para a realização de trabalhos.

Patrícia Dourado é uma das voluntarias e falou como se sente  ajudando o grupo.
Patricia Dourado

“É muito gratificante ajudar o grupo de bem com a vida. Eles gostam muito de conversar sobre a vida e as raízes e eu me sinto aberta e feliz para ajudar essas pessoas e principalmente escutar elas” pontuou Patrícia.

Georgina de Jesus também é uma das voluntárias e falou da felicidade em participar do grupo.
Márcia Sandes, Georgina e Terezinha

“ É um alegria para mim fazer as pessoas felizes e saber que todos gostam da nossa apresentação do bumba-boi. E é com esse trabalho que lutamos para resgatar um pouco da  nossa cultura e espero que ela continue sempre a viver para as futuras gerações” ressaltou Georgina.

Vicente Andrade     

  
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial