.

BOTE FÉ! Jornalismo a Favor da Cidadania!

A invasão dos gringos em terras brasileiras



Na imensidão do Brasil podemos encontrar muitos gringos, uns passeando e outros já morando. A Bahia não escapa dessa invasão. Em Salvador, por exemplo, é visível a quantidade de coreanos, chineses e tantos outros gringos criando negócios, abrindo empresas e morando na cidade. No Bairro Dois de Julho é visível alguns bares e restaurantes de estrangeiros.   
Também podemos encontrar os gringos em lugares turísticos como Itacaré, Barra Grande, Ilhéus, Marau e Chapada Diamantina.      
Crescimento de estrangeiros no Brasil

De acordo com dados da Policia Federal o número de imigrantes aumentou em 160%, em dez anos. Ao todo, cerca de 120 mil estrangeiros deram entrada no Brasil, em 2015.

Entre eles haitianos, colombianos, argentinos, chineses, portugueses, espanhóis, norte-americanos e europeus estão vivendo  no Brasil. Se o nosso país  não está dando conta do próprio povo, imagine com os de fora!

Propriedade agrícola
  
A companhia chinesa Chongqing Grain Group anunciou, em 2010, a disposição de aplicar US$ 300 milhões na compra de 100 mil hectares no oeste da Bahia, para produzir soja.
Também em 2010, a Advocacia Geral da União restabeleceu restrições para grupos estrangeiros que desejem controlar a produção agrícola do país. Ou seja, comprar ou obter vastos hectares de terras.
Os críticos afirmam que negócios que envolvem o controle de grandes propriedades por grupos subordinados à estratégia de uma potência estrangeira, nem sempre, poderia seguir a lógica do Estado brasileiro.  
O ministro e deputado
O ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, deseja que a câmara de deputados vote, logo após o carnaval, no projeto de lei que permite a compra de terras por grupos estrangeiros.
 O texto garante que o investidor estrangeiro poderá comprar até 100 mil hectares de terra (área três vezes maior que a cidade de Belo Horizonte).
O deputado Newton Cardoso Júnior (PMDB-MG), relator da nova proposta, já está com uma minuta do projeto de lei em suas mãos.
Quais sãos os interesses do ministro e do deputado para querer aprovar uma lei dessas?

Vicente Andrade
Informações do Estadão


  
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial