.

BOTE FÉ! Jornalismo a Favor da Cidadania!

Ouça a nossa rádio

Dataplanet:Internet com velocidade, qualidade, economia e segurança

Dataplanet:Internet com  velocidade, qualidade, economia e segurança
internet via Rádio, cabo e Fibra óptica: Contato (73) 988965089 ou 981016122

Ótica Nacional: Qualidade para a sua Visão!

Ótica Nacional: Qualidade para a sua Visão!
Rua Floriano Peixoto, 40 A, Ipiaú-BA Tel: (73) 3531-3025. Rua Dudu Correio 13 C, Itagibá Tel (73) 3244-2015

Ministro defende liberação das drogas como forma de combater a violência e o tráfico



Foto:Pedro Ladeira 

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Luís Roberto Barroso, é um dos poucos que defende a legalização da maconha como ato de combater o tráfico de drogas.

O ministro sustenta que com a liberação da maconha o poder das quadrilhas será minimizado. De acordo com Luís, os 50 anos de luta contra o tráfico foi um fracasso resultando em penitenciarias superlotadas e o aumento da violência nos presídios brasileiros, como aconteceu recentemente.

Luís ainda afirmou que “regulamentar a produção, venda e consumo de maconha, como já acontece no Uruguai, país vizinho, pode ser o primeiro passo para conter o crime mais perigoso do planeta”.

De acordo com dados do ministério da justiça, um em cada quatro presidiários homens, foi condenado por tráfico de drogas. De 2006 até o momento atual já foram presos mais cerca de 600 mil pessoas, se tornando a quarta maior do planeta. O crescimento de detendo foi de 55%.

Luís ainda disse que ou libera a maconha agora ou no futuro, após ter gastos bilhões encarcerando pessoas.

Por outro lado políticos conservadores e evangélicos pretendem posturas mais duras contra o tráfico de drogas.

Luís ressaltou que não está certo que a legalização das drogas funcione, mas está certo de que a guerra contra as drogas também não funciona. Além disso, o ministro completou que “não podemos continuar cometendo os mesmos erros, de novo e de novo”.

Vicente Andrade
Informações da folha de São Paulo      

   

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Hortifruti 2 irmãos

Hortifruti 2 irmãos