.

BOTE FÉ! Jornalismo a Favor da Cidadania!

Governo Temer omitiu tragédia ambiental em relatório da ONU




No dia 5 de novembro, de 2015, o Brasil passou por uma das piores tragédias na área de mineração devido ao rompimento da barragem (Fundão), da mineradora Samarco Correia que é controlada pela Vale e pela BHP Billiton.

Além de contaminar as águas do Rio Doce, deixou 18 mortos e centenas de pessoas desabrigadas e até hoje, se espera um resultado. O pior disso tudo foi omitir o caso e fazer de conta que nada existiu.

O governo Temer não relatou o episódio no documento referente aos direitos humanos da Organização das Nações Unidas (ONU).

No documento só havia especificando as questões da redução da extração de madeira, força policial e também sobre os assassinatos dos presídios.

Em resposta a omissão dos fatos, o governo, relatou que a ONU impõe um limite no tamanho do documento e que por isso não foi possível mencionar a tragédia ambiental.

Até quando teremos que passar por omissões e tapar os olhos com a peneira para as mazelas do nosso país?
Casos como esses comprovam que o Brasil ainda está a ver navios.

Vicente Andrade
Informações do Estadão     

   
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial