.

BOTE FÉ! Jornalismo a Favor da Cidadania!

Lava-jato preocupa políticos importantes




A população brasileira esta em crise e a situação do país não está brincadeira. Os autos níveis de corrupção tem flagelado a maioria das pessoas deste imenso território.

Fácil perceber que o processo da lava-jato é apenas a ponta do iceberg que está preste a rugir, uma vez que, muitos políticos e empresas estão atolados numa pocilga de lama. Em beneficio próprio ou não, se torna necessário investigar minuciosamente os envolvidos dessa tremenda armação.

O envolvimento dos políticos cabeças

Um dos grandes problemas é a aceitação da autocritica e a escolha de um novo caminho para amenizar o problema da sociedade brasileira.

Por muito tempo as necessidades prioritárias para uma vida digna e de conforto tem sido afastado dos cidadãos devido às escolhas de planos e projetos por meio dos parlamentares. Reforma da previdência, a PEC 247 e a reforma do ensino são alguns exemplos que evidenciam a falta de respeito com o povo brasileiro. As panelas sumiram, onde estão?

Cúmplices

No bojo das armações e delações premiadas muitos nomes foram citados, principalmente de políticos profissionais que até então, muitos acreditam que são inocentes.

Os tucanos estão apreensivos, o ministro Aloysio Nunes, um dos repostáveis pelas relações exteriores está com medo de ser punido ou mencionado na operação lava-Jato. Aloysio já é investigado por ter recebido 200 mil de caixa dois. A delação foi feita pelo empreiteiro da OAS, Ricardo Pessoa.

Outro fator de delação que está causando pavor é o do ex-assessor da casa civil do governo Dilma. O mesmo disse que a ex-presidente juntamente com o Ex-presidente Lula, tentaram obstruir as investigações da Lava-jato.

O caso se deu pelo fato da Dilma querer nomear com urgência a posse de Lula para assumir o cargo de chefe da casa civil, no dia 16 de março, do ano passado. Até então os ministros tem foro privilegiado, caso o Lula fosse nomeado ao cargo, ele estaria livre das investigações. Pode isso?
Existe muita carne abaixo desse pirão!
Vicente Andrade

Informações da Imprensa Viva
O Estadão
Agência Brasil.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial