.

BOTE FÉ! Jornalismo a Favor da Cidadania!

Professores pedem apoio da comunidade para lutar contra a reforma da previdência


Foto(Vicente Andrade)

Todos nós, independente de religião, classe ou cor, estamos sujeitos a perdermos direitos importantes já conquistados.

A reforma da previdência atinge cada cidadão e ainda é um atestado de escravidão, uma afronta aos pais e mães de família desse imenso país.
proposta do governo fixa idade mínima de 65 para requerer aposentadoria e eleva o tempo mínimo de contribuição de 15 anos para 25 anos.
Caso seja aprovado, a idade mínima do regime próprio da União, passa de 60 anos (homem) e de 55 (mulheres) para 65 anos para todos.

Enquanto isso, políticos gozam de privilégios com gordos salários e muitas vantagens. Além disso, fazem tramoias para obter benefícios próprios e usam da corrupção como uma arma contra nós.
Afinal, para quem eles estão governando?
Para o povo ou para pequenos grupos?

Quantos bilhões foram desviados. Caso esse dinheiro fosse realmente aplicado para o bem social estaríamos passando por esse caos?

Apoio da comunidade

“A luta contra a previdência é de nós todos, atinge todo cidadão. Todo trabalhador seja comerciante, rural e tantos outros, devem se unir para barrar esse projeto”.

Assim foram as ressalvas dos professores durante a ida as ruas contra a reforma da previdência.

E nesta hora é de suma importância à união para mostrar que estamos vivos e atentos sobre as atrocidades cometidas contra nós. Não existe razão para aprovar algo que irá condenar a classe trabalhadora, jovens, adultos e gerações. Uma insanidade, pois eles fazem a festa com o dinheiro público e somos nós que pagamos a conta.

Os professores pedem ajuda do comércio local para liberar os funcionários durante as manifestações contra a reforma da previdência.
A união é de suma importância nesse momento tão critico.


Vicente Andrade  
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial