.

BOTE FÉ! Jornalismo a Favor da Cidadania!

A história de farinha perdida e sem jeito


 
Farina perdida e sem jeito é um casal de perdigueiros que vivem juntos ha tempo. Não tem donos e ficam vagando por ai, sem eira e nem beira.

São cãezinhos dóceis e representam uma fonte de amor incondicional entre eles. Vivem da caça e dos restos de jaca que caem no chão.

Farina perdida é uma cadela pé duro que gosta muito de jaca e acompanha seu companheiro (sem jeito) no dia a dia. Já o sem jeito é um cachorro cheio de travessuras e que oferece para sua companheira o amor e afeto.

Chova ou faça sol, eles se entrelaçam dividindo o pão e servindo de escudo um para o outro.

Numa certa ventura, os dois saíram para caçar, foram em busca do alimento para suportar a fome do dia.

Tudo estava sendo visto de cima e nos mínimos detalhes. A orelha do Sem Jeito levantou e o faro aguçou quando de longe uma folha balançou e um ligeiro bicho passou saltitante subindo numa gameleira.
A perseguição foi de curtos segundos que gerou expectativa para Sem jeito alcançar o bicho. Ele não sabia o que era, mas estava com a sede de descobrir. Em instantes o bicho sumiu, desapareceu, do campo da visão do cão faminto. E daí, ele ficou a latir em vão.
Enquanto isso, Farinha perdida se deliciava num pedaço de jaca como se fosse carne e o sem jeito, mais uma vez, foi enganado por um mico.


Vicente Andrade          
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial