.

BOTE FÉ! Jornalismo a Favor da Cidadania!

Vereador apresenta inquérito de investigação da policia federal contra colega parlamentar de Ipiaú







Durante a Sessão da Câmara desta terça-feira (4), os vereadores aprovaram por unanimidade que os ocupantes do horto florestal de Ipiaú possam usar a tribuna da casa para relatar o caso da ocupação, na próxima terça-feira (11).
  
É importante abrir o espaço para que a comunidade expresse os anseios e busque vias para conquistar os direitos reservados na Carta Constitucional brasileira referente ao direito à moradia. Essa é a real circunstância da ocupação do Horto florestal de Ipiaú.

Uma coisa é certa, além de preservar o Horto, as pessoas precisam de um lar, ainda mais os que moram de aluguel e estão desempregados.  

Sobre a sessão

Não fui à câmara, mas acompanhei pela internet para saber qual era a discussão do dia. Nunca acompanhei uma sessão tão empolgante e cheia de informações que podem mudar o rumo da história da câmara de vereadores do município.

O assunto que mais gerou polêmica foi a do Hospital Geral de Ipiaú. Recentemente uma mulher morreu após dar luz a uma criança. Final das contas, após esperar longas horas, a gestante teve que ser transferida para a Santa Casa de Jequié para que o parto fosse feito, pois no hospital de Ipiaú estava sem anestesista. Realmente, um descaso com a comunidade que necessita do HGI.

Mais o ponto interessante que pode gerar impacto na vida da câmara foram às trocas de acusações dos vereadores Orlando Santos e Lucas de Jesus.

Orlando Santos apresentou um inquérito de pedido de investigação aberto pela Policia Federal contra o vereador Lucas Santos.

O inquérito pede informações ao Lucas referente ao cadastramento de uma mulher ligada a uma papelaria para receber o beneficio do bolsa família.

De acordo com Orlando, o Ministério Público está investigando várias empresas de Ipiaú.
Seria importante a câmara analisar este processo e tomar as devidas providências.

Caso exista irregularidades é necessário cortar o mal pela raiz.

Já o vereador Lucas de Jesus falou que a assessora parlamentar de Orlando também recebia o bolsa família e que recentemente o governo bloqueou o beneficio da assessora. Essas informações precisam ser averiguadas.

Caso este processo volte a ser investigado pelo Ministério Público, certamente, poderá desencadear fios da corrupção ipiauense.


Vicente Andrade
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial