.

BOTE FÉ! Jornalismo a Favor da Cidadania!

Rebuscando a História: Manoel Cândido o médico dos pobres

Manoel Cândido o médico dos pobres



Um dia sonhei, acreditei e vivo na permanência de registrar a voz de pessoas que contribuíram e contribuem com o avanço da comunidade. Seja qual for a área, todos nós temos nosso grau de participação, e por isso é necessário recorrer a história para entender nosso presente e promover o futuro.

E por meio do quadro Rebuscando a História, do blog Vicente Andrade é possível identificar o quanto existem pessoas aptas a soltar a voz por reconhecer a trajetória traçada pelas próprias mãos.  As barreiras, as emoções, os risos, o comprometimento e a coragem de seguir em frente com a evolução.

Doutor Manoel Cândido Correia da Silva, médico que atua há mais de 50 na área da medicina, foi o entrevistado da vez. Por muito tempo escutei de amigos a importância deste conceituado médico para a população de Ipiaú e da região.
Dia 18 de agosto é dedicado aos médicos
Parabéns Manoel Cândido  


Atualmente morando em Ibirataia, Manoel Cândido guarda no peito as lembranças de uma juventude e carrega nas costas o dom de curar as pessoas. Na entrevista falou sobre o surto de tuberculose na década de 1960 em nossa querida Ipiaú. Além disso, Manoel expressou o que sentia e o que fazia para curar os enfermos.

Doutor Manoel se especializou para trabalhar no interior, e com muito esforço conseguiu reverter o quadro grave da tuberculose que acertava em cheio os trabalhadores e os mais pobres. Além de curar os tuberculosos, ele também os alimentava, não só com a comida, mas com a palavra de carinho e conforto para as classes populares.

Caso fosse escrever um livro, passaria séculos para pontuar a rica personalidade e trajetória de Manoel. E após conversar com ele, senti uma alegria a mais, senti conforto pela recepção e por reconhecer os passos e atitudes desta pessoa que ficará imortalizado para que as gerações tenham como exemplo a sua humildade e coragem para abraçar a causa dos mais pobres.

Ficou claro durante a entrevista que o reconhecimento da vida é o pensamento positivo e a procura da felicidade.  E para conversar com Manoel não poderia está só, além de Deus, também contei com a participação importantíssima da historiadora Ingrid Barbosa.


Confira o Vídeo:


Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial