.

BOTE FÉ! Jornalismo a Favor da Cidadania!

Sistema Municipal de Cultura: Audiência pública incentiva o debate e Secretário de Cultura poderá ser escolhido por voto popular


Foto: Elionai Ramos


A audiência pública é o lugar para gerar o debate e proporcionar um momento democrático onde todos falam o que sentem.

Melhor ainda é quando todos se unem em prol de algo em comum. A cultura é uma área que nos rodeia diariamente e por isso se torna necessário à atividade coletiva para o avanço cultural do município.


E foi neste clima que aconteceu a audiência pública que debateu o Sistema Municipal de Cultura de Ipiaú, realizado nessa sexta (20), na Câmara de Vereadores de Ipiaú.
Iniciando a Audiência, o diretor de Cultura do Município, Marcelo Batista, leu a minuta proposta pela prefeitura e logo após o espaço foi aberto para o debate.

As opiniões foram diversas. O presidente da Casa da Cultura de Ipiaú, Ivan Santos, mencionou que a audiência é o lugar de debate. E que a luta pela aprovação do Sistema de Cultura vem acontecendo há tempos durante a reunião do coletivo. Inclusive, relatou que o Coletivo Cultural entregou uma minuta direcionada para a prefeita.  

Ivan parabenizou o esforço do diretor para a elaboração do documento e pontuou que seria necessária uma elaboração de documento de maneira coletiva. Para encerrar a fala pediu para que os presentes colaborassem com ideias para contribuir com a melhoria do projeto.

Propostas para a construção da minuta  

O momento também serviu para que os artistas falassem da falta de participação nas festas promovidas pelo município.

Um dos presentes na audiência, Márcio Barreto, relatou que as festas da cidade, principalmente o São Pedro, precisa ter atrações de bandas regionais que tocam o estilo de época. Márcio também mencionou a importância do reggae para levar a mensagem de harmonia entre os seres humanos.

Já Paulo Cesar relatou que a luta pelo Sistema municipal vem de um longo tempo e que precisa de união para contribuir com a transformação cultural.       
Durante o debate, Vicente Andrade propôs que caso a secretaria da cultura seja criada, a indicação do secretário seja por meio de voto popular e pela comissão Tripartite.

A formação do conselho será a próximo passo após a aprovação do Sistema Municipal de Cultura. 

De acordo com Marcelo o documento será reencaminhado para análise do jurídico da prefeitura. Já em relação à escolha do secretário por meio da comissão Tripartite é necessário que o poder legislativo crie uma emenda, no projeto de lei, para atender as propostas sugeridas durante a audiência.

Tiveram presentes na audiência os representantes da Casa da Cultura, Coletivo Cultural, grupo de capoeira e autoridades municipais.         


 Vicente Andrade
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial