Bote Fé!

Bote Fé!

terça-feira, 23 de maio de 2017

Moradores reclamam de esgoto a céu aberto na Carlos Borges

Rua Carlos Borges



Ser humano nenhum gostaria de ter na porta de casa um canal de esgoto aberto. Os problemas são o mau cheiro, as muriçocas e o perigo que pode causar as crianças que passeiam e brincam pelas ruas.

Não se trata de uma coisa simples, mas anos já se passaram e muitos ainda sofrem com este descaso.
Moradores da Rua Carlos Borges soltaram a voz e pediram solução para o caso do esgoto aberto e também para calçar a rua.
Moradores da Carlos Borges 


A maior preocupação deles é que quando chove muito, o esgoto transborda e a água invade as casas causando desconforto, estrago e podendo até transmitir doenças.
Além do social, a questão é de saúde pública. Dona Chica expressou que as muriçocas e o mau cheiro são insuportáveis e quando chove alaga tudo. O inverno está chegando e é necessário fazer algo.

No dia 11 de junho do ano passado, o blog Vicente Andrade, esteve na Rua Carlos Borges e ainda continua a mesma coisa.

Os depoimentos você escuta no programa Bote Fé, desta quinta-feira.

Vicente Andrade      
Share:

Grupo politica de Ipiaú agrega diversidade e democracia




A liberdade de expressão é uma característica da democracia, você pode falar e ninguém tem o direito de boicotar a sua voz. Com o avanço da tecnologia, muitas pessoas utilizam as redes sociais para dialogar, se expressar, gerar opinião e debate.

Politica, esporte, entretenimento, religião, noticias, cada um demonstra o ponto de vista se juntando a diversidade existente. Com os grupos dos whatssap, uma legião de gente do município está conectada pela internet.

Em 2015 foi criado um grupo chamado politica Ipiaú, lá se encontra uma gama de pessoas. Cada um com sua loucura e resenha não falta, debate também não! Tem gente de toda forma e somado a isso a democracia, pois cada um se expressa e fala como quer, sem cortes e podas. No grupo tem autoridades, lideranças politicas, assessores, políticos, trabalhadores, tudo junto e misturado.

Também tem os olheiros que ficam só observando, os arruaceiros que gostam da bagunça e jogam lenha na fogueira, tem a turma do deixa disso e no fim um conjunto de ideias e opiniões.

Conversando com alguns criadores dos grupos como Paulo Almeida, 
Alexandre Ferreira, Raimundo Paraguai e Anderson Eloy, a ideia foi concretizada.

Para Alexandre Ferreira o intuito de criar o grupo foi para unir amigos e discutir o melhor para a cidade de Ipiaú.  

“Criamos o grupo com intuito de unir amigos tanto de situação e oposição, que vise o melhor pra nossa terra. O intuito também é levar aos participantes informações do que ocorre na nossa cidade, nos poderes que comandam Ipiaú é cobrar também situações que vem falhando pra que a população seja beneficiada”, explicou Alexandre.
A história do grupo

Atualmente existem dois grupos de politicas de Ipiaú, centenas de pessoas participam.

O grupo politica oficial Ipiaú foi criado em 2015, não sei qual foi o objetivo, mas deu certo para contribuir com o avanço da democracia e promover o diálogo entre os ipiauenses.

De acordo com as pesquisas, o grupo surgiu de uma conversa entre Paulo e o radialista Zé Gomes.

De acordo com Paulo “o grupo política de Ipiaú tinha uma coisa legal e a cada semana homenageava uma figura ilustre da cidade Capitão Milton Pinheiro, Professor Tatai, Hildebrando Nunes, Miguel Coutinho e dentre outras muitas”.  

Ainda de acordo com Paulo “na época das eleições municipais o grupo tinha pessoas de todos os lados e as discussões pegavam fogo. Era um grupo democrático, inclusive com a participação de candidatos a vereador e possíveis candidatos a prefeito”.


Viva a democracia!


Vicente Andrade
Share:

segunda-feira, 22 de maio de 2017

Homenagem ao Edvaldo Santiago (ouça a entrevista e depoimentos)


Edvaldo Santiago e a esposa Wanda Santiago



A vida é maravilhosa, tem um sabor de luta, conquista e trajetória de aprendizado. E quem dera sermos jovem a vida inteira? Seria coisa muito chata e iriamos de encontro com os processos reais da nossa pequena passagem por esse mundo.
Não existem palavras para ressaltar a grandeza e a virtude de trabalhos feitos de coração e com muito carinho. Preservar a história é deixar a marca é existir perante as adversidades que encontramos pelo caminho.
Cada um de nós tem uma função neste mundo e cidade, na vida das pessoas e na construção de um futuro brilhante. A união, a fé e a esperança por dias melhores é um aspecto importante para almejar aquilo que sentimos de melhor.
 Somado a isso, ganho horas conversando com pessoas para entender um pouco desse espectro que entendemos como vida. Algo tão grandioso que vai além de sentimentos, que vai além de palavras e silêncio.
E assim, uso o pouquíssimo conhecimento que tenho para ressaltar a gratidão pela vida e pessoas que fizeram e fazem história na querida cidade de Ipiaú.
Sempre me pergunto o que é a felicidade e neste emblema me encontro rodeado de explicações verdadeiras. E assim me ponho a estabelecer a felicidade para entender a mim mesmo e o outro.
E a felicidade maior é poder compartilhar a alegria com o próximo, de chorar, ri e cantar.
Após vários pedidos e agradecimentos pela homenagem ao Edvaldo Santiago, tenho a a convicção que fui feliz e proporcionei uma gota de alegria nos corações dessa multidão que o tem como uma grande pessoa honrosa e que fez da vida uma doação para despertar o conhecimento, a alegria e a paz para gerações.
Tenha a certeza que isto me faz feliz, me engrandece como ser humano e me faz seguir rumo à vida que me foi destinado. Conversar com o amigo Edvaldo Santiago, me emocionou como uma criança e fez-me renascer novamente dando forças para continuar caminhando. Pois, só quem sente a grandeza disso é quem teve ou ainda terá a oportunidade de poder conversar com está pessoa de uma mente brilhante, um Uirapuru ipiauense, um lutador e um grande educador da nossa pequena e grande cidade.
Não fui aluno do professor Tatai, mas tive a honra de ter conhecido e saber que ele foi professor de Minha mãe, tios e parentes. Também sou grato por saber que é querido pelos alunos. Foram muitos que passaram pelas mãos do professor Tatai, gerações e gerações e todos eles o veneram.    
E agora só me resta eternizar a linda história para o mundo e dedico, mais uma vez, esta pequena homenagem ao grande mestre Edvaldo Santiago.
Vicente Andrade
Entrevista e depoimentos transmitidos no dia 21 de abril de 2017, no programa Bote Fé! Você é a sua Salvação! Jornalismo a Favor da Cidadania! Homenagem ao professor Tatai.

Segue o link:








Share:

terça-feira, 16 de maio de 2017

Falta transparência na prefeitura e câmara de vereadores de Ipiaú



http://paineis.cgu.gov.br/index.htm

A transparência é primordial para acreditar em qualquer governo. A transparência nas contas públicas é um passo importante para obter a confiabilidade da comunidade.

Durante as campanhas eleitorais, os discursos de seriedade, comprometimento são evidentes. Todos os candidatos sabem da importância da transparência e abrem a boca para afirmar que vai fazer isso e aquilo, como se fossem o Salvador da pátria.

Por outro lado, quando assumem o poder se esquecem de colocar em prática tudo o que foi dito e tratam a comunidade como se fossem meros animais e nos colocam como estatística.

Falta dinheiro para isso e aquilo e assim vão vivendo, poucos com muito e muitos sem nada. Enquanto políticos enchem os bolsos com altos salários, falta comprometimento com os trabalhadores do nosso município. É preciso ir mais além de meros discursos e colocar em prática as politicas públicas eficientes. E uma delas é a responsabilidade com os gastos públicos.
http://www.camara.ipiau.ba.io.org.br/menu/106430/Folha-de-Pagamento/Folha-de-Pagamento-2017-Clique-Aqui/106431


Nosso dinheiro não é capim e tão pouco é mato para fazerem o que querem. Os bairros ipiauenses carecem de mais atenção, nossos professores, escolas e alunos precisam de mais seriedade nos investimentos educacionais, assim como, na agricultura do nosso município.

A transparência pública        

Desde novembro do ano passado a prefeitura e a câmara de vereadores de Ipiaú estão em debito com o site transparência Brasil. Acho que já passou do tempo de atualizar o site e prestar conta do dinheiro público.
Como confiar no governo que nem sequer tem o respeito com a população?
Como acreditar em ações ilusórias e imediatas?
 Como acreditar em algo quando se esquece de visualizar o futuro?
São questionamentos para a reflexão e também para sensibilizar os poderes públicos. A comunidade precisa ficar alerta.
Assessoria barata e sem preparo

Os representantes eleitos pelo povo precisam tomar consciência e pelo menos tentar fazer o melhor.

Enquanto a assessoria de comunicação tenta fazer um book da prefeita, fotos de visitas, conversas e tantas outras, a comunidade carece de mais verdades.

Uma assessoria barata e despreparada coloca o governo em descredito. E este ponto de vista pode ser denominado de maquiador, de camuflar as mazelas e fingir que nada acontece. A época do pão e circo acabou e é hora de Ipiaú acordar para isso, será difícil, mas é preciso tentar.

Se a culpa é da economia, da crise que assola a nossa região, por outro lado, políticos fazem a festa com o dinheiro público e assim se desfaz da população.

Transparência já! Menos propaganda e mais atitude!


Vicente Andrade
Share:

Rebuscando a História: Esmeraldino o homem centenário de Ipiaú

Esmeraldino Macêdo, nascido em 14 de Julho de 1916



É preciso ficar atento a todos os depoimentos, principalmente, daqueles que tem nas costas uma luta e trajetória de vida. Quem dera poder chegar aos 101 anos com a lucidez de uma criança e ter o privilégio de dialogar com a nova geração e deixar imortalizadas as histórias.

A conversa com Esmeraldino Pereira foi uma forma de retratar a história e rebuscar fatos para oportunizar espaço de diálogo. Sentado na cadeira, seu Esmeraldino, retratou o amor que sente pela sua esposa e emocionado não mediu palavras para ressaltar o tremendo carinho que ainda sente por ela.

Foram 70 anos de casamento e de muita história com dona Almira Macêdo. Ele a conheceu numa festa de casamento da família, em Ibirataia, e dai surgiu a união. Seu Esmeraldino é grato à esposa por ter ensinado a ele a ler e escrever e por ser companheira por muito tempo até o dia em que ela se foi.
Seu Esmeraldino e a esposa Almira Macêdo


A vida no campo

Seu Esmeraldino usou as mãos para cultivar a terra que o pai deixou e foi assim, que ele criou os 10 irmãos e hoje está vivo para contar.

Entre lágrimas e risos, Esmeraldino, contou um pouco da vivência, ele foi um andarilho baiano, percorreu por terras, passou por diversas cidades e apresentou um pouco do legado. Entre as ações, a fé por Jesus Cristo é uma marca de vida e trabalho.
Esmeraldino nasceu em Ibirataia após os pais passarem por Miguel Calmon, Santarém, Gandu e se instalar no município vizinho de Ipiaú (Ibirataia).

A luta pela vivência começou trabalhando no campo. Esmeraldino ressaltou que aprendeu muita arte, mas que só não aprendeu a concertar relógio (risos).
E foi duma fazendinha de 20 hectares que ele tirava o sustento da família, herança que o pai deixou e que tem até hoje.  

A cama de taipa e colchão de taboa

Antigamente as coisas não eram fáceis, seu Esmeraldino contou que o pai dele era pobre e que presenciou a luta do pai para oferecer o conforto à família. A cama onde dormia era feita de taipa e o colchão era de taboa, planta retirada das lagoas.

O vereador

Esmeraldino foi vereador da Cidade de Boa Nova por duas vezes e ainda contou que foi o primeiro a levar água para a cidade, canalizada por varas de bambu. A água era retirada do Rio e colocada num buraco e todos pegavam água de lá.
Também contou que votou em Getúlio Vargas para presidente e que teve a honra de 
Carta de testamento de Getúlio Vargas


conhecê-lo pessoalmente na cidade de Caldas de Cipó. No arquivo pessoal, ele guarda até hoje a carta deixada por Getúlio.

O Poço da jiboia

Há muito tempo atrás a luta pela terra era ferrenha e chegava até acontecer fatos estranhos relacionados ao sumiço das pessoas.

Ainda em Boa Nova, ele contou que existiu um poço com aproximadamente 8 metros de profundidade. Neste poço tinham muitas cobras que comiam pessoas e qualquer nove nada, pessoas desapareciam, principalmente, pescadores. Com o passar dos anos achavam as carcaças de pessoas rio abaixo, mas como não tinham documentos não poderia identificar. Ele também contou que foram muitos que sumiram e até hoje ninguém sabe do paradeiro.

Os sonhos

Outro fato interessante ressaltado por Esmeraldino é que ele sonha muito todas as noites com os entes queridos que já partira desse plano. E no sonho ele conta que as pessoas o chamam para ir com eles.

Mas como a fé de seu Esmeraldino é grande, a resposta dele é imediata.

“Gosto de ver e ouvir os entes queridos, mas eu digo a eles que só Deus tem o poder de me tirar a vida, pois se foi ele quem me deu é só ele que pode me tirar (Risos)” explicou Esmeraldino.

Como se sente e o recado

Não são todos os dias que conversamos com pessoas centenárias, acho que são poucas que existem. E neste período é de suma importância relatar a vida dessas pessoas que com fé e esperança vão vivendo a vida.

Foram horas conversando com seu Esmeraldino tentando pontuar a trajetória vivida por ele. É notório que a idade pode diminuir as lembranças, mas não apaga a história enquanto a voz e a imaginação ainda é o forte.

E foi assim, que Esmeraldino contou que é feliz, que está satisfeito com a vida por ter feito da vida o que quis fazer. Da agricultura fez muitas amizades que cultua até hoje, recebeu dos pais a educação, o amor e o poder da união e assim vai distribuindo afeto e alegrias para familiares e amigos. Esmeraldino ainda contou que todos reconhecem este beneficio e segue até os dias atuais.

E para encerrar o papo, Esmeraldino, ainda pediu a Deus para que interceda nas desavenças da vida, pedindo ainda, para trazer uma solução de amor e paz nas conciliações das pessoas que vivem em desafetos.  E ainda pontuou que “Graças a Deus eu tenho a família unida e que isto sirva de exemplo para os presentes, às novas e futuras gerações”.


Vicente Andrade  
Share:

segunda-feira, 15 de maio de 2017

Solte a sua voz: Manoel de Jesus o filósofo da Batateira




Pessoas simples e de coração grande tem muitas coisas para contar para todos nós. Conheci seu Manuel por acaso e com ele conversei várias vezes sobre coisas da vida e logo ele soltou a voz.
Um potencial de seu Manoel é que ele está sempre com o sorriso no rosto e dissemina felicidade para quem o encontra.  Manoel nasceu em Ipiaú depois que a mãe saiu da cidade de Nanuque (MG) e se instalou em nosso  município.
“Minha mãe saiu de Nanuque para Ipiaú e viveu aqui até o dia final de Vida. Eu nasci aqui e aqui estou até hoje. Não conheci meu pai, fui criado apenas por minha mãe” explicou Manoel.
Manoel é morador da Rua Walter Hollenweger (Batateira). Ele tem 58 anos e contou como era antigamente a rua onde mora.
“Antes aqui tinha casa de taipa, muita lama, muita animação e o povo era mais unido e de uns anos pra cá as coisas só estão piorando. Aqui no fundo tinha muito cacau e muitas plantas e tudo que plantava dava e por isso o nome foi colocado de rua da batateira” frisou Manoel.
Durante a infância ele trabalhou de auxiliar de sapateiro, auxiliar de mecânico, carpinteiro e hoje sobrevive da construção civil.
Além disso, Manoel também trabalhou 25 anos como padeiro, aprendeu a profissão, mas teve que abandonar por causa da quentura nos olhos causada pelos fornos. E antes de perder as vistas largou a profissão. 
Manoel conviveu com a namorada durante 14 anos, tem dois filhos e criou todos eles.
“Me amasiei com minha ex-namorada, tive dois filhos e registrei todos eles, criei com muito amor e carinho e hoje eles estão bem e trabalhando. Todos me consideram como pai e me dou muito bem com eles” ressaltou Manoel.
Conversando sobre Ipiaú ele ainda afirmou que Ipiaú precisa de progresso e melhoria.
“Ipiaú precisa melhorar muita coisa, a cidade que não tem progresso é pior que a roça, não tem indústria para trabalhar e como o povo vai viver?” indagou Manoel.
Mesmo assim, Manoel ressaltou que é feliz por estar vivo e contou um pouco da própria filosofia de vida.
“Me sinto bem, feliz  e alegre, não tenho inimigos e também não desejo mal a ninguém. Vivo respeitando as pessoas para ser respeitado. A gente tem que brincar pra todos ficarem feliz, se eu conto uma piada que todos se agradam todos irão sorrir, diferente quando contamos coisas ruins e todos ficam moribundo e contando  alegria só nos traz saúde” concluiu Manoel.
Vicente Andrade

   
Share:

domingo, 14 de maio de 2017

Feliz dia das mães



 
Ser mãe é uma benção de Deus é uma fonte de dedicação, superação e amor aos filhos. Ser mãe é uma prova de esperança e fraternidade.  O Blog Vicente Andrade deseja a toda mãe um dia cheio de luz, paz, amor e sabedoria!


Vicente Andrade
Share:

sexta-feira, 12 de maio de 2017

Utilidade pública: moradores de Ipiaú reclamam de poluição sonora e mau cheiro de obra da embasa



Obra da embasa na rua Elias Assis


Sem distinção de cores, sexo, religião ou qualquer outra situação somos iguais perante a lei e este é um direito reservado na carta constitucional e necessita ser colocado em prática.

Para isso é necessário que cada cidadão cumpra os deveres e um deles é expressar a sua voz.

Luciana Fatel, moradora da Rua Elias de Assis ligou para o programa Bote Fé dessa última quinta-feira e expressou a indignação que está passando com o levantamento de esgoto construído pela Embasa.

Pense num conjunto de abelhas, milhares delas, o dia inteiro, zumbindo no seu ouvido sem parar. Pois é, este é um problema que os moradores estão enfrentando há meses, anos. Você aguentaria?

Outro problema é o mau cheiro, pena que o cheiro não pode ser filmado ou fotografado, aposto que não iria aguentar. Então, outro problema.

“Eu tive que sair de casa porque o piso da minha casa foi todo quebrado e precisei trocar. Também fiquei com medo porque eles implodiram e não falou nada com ninguém. Nós fizemos um abaixo assinado para resolver e vamos até o fim para resolver este problema. Isto é um descaso, um processo de salubridade, viver dessa forma não tem como. Não vamos deixar nossas casas para morar de aluguel por conta disto aqui” concluiu Luciana.

Já dona Maria José tem duas casas para alugar e não consegue por causa das obras.

“Espero que eles tenham consciência que ali não é local de construir aquilo ali. Trabalhamos a vida inteira para construir e ter uma vida digna. Tenho duas casas para alugar e não estou conseguindo por causa da obra” frisou Dona Maria.

Carlos Alberto e Juarez Soares também expressaram a indignação que estão passando. Os depoimentos você escuta no programa Bote Fé, desta quinta-feira (18), pela 105,9. Rádio livre de Ipiaú, às 21 horas.               

A embasa

Estive conversando hoje pela manhã com a responsável da Embasa de Ipiaú, Adanete Oliveira, e ela não pode gravar entrevista sem a permissão da instância superior.
Mas ela afirmou que durante estes trinta dias ira colocar um filtro para conter a zoada e também irá concluir a vedação dos gases. Vamos aguardar.
Enquanto isso, a comunidade da Rua Elias Assis vai vivendo como pode com este descaso.

Vicente Andrade     

            
Share:

quinta-feira, 11 de maio de 2017

Professor de Ipiaú é Bicampeão da II Copa do Brasil de Karatê Educacional


Joselito Fernandes é Bicampeão Brasileiro ( Foto Vicente Andrade) 


O esporte é um belo atrativo para contribuir com a evolução do ser humano e oferecer espaço para a interação e desenvolvimento educacional de crianças, jovens e adultos.

E com esse objetivo o professor, Joselito Fernandes, foi até a cidade de Goiás, nesse último fim de semana, para representar Ipiaú na II Copa do Brasil de Karatê Educacional.


E ele representou muito bem trazendo consigo duas medalhas de Ouro.
Joselito ensina a arte marcial há mais de quarenta anos e ressaltou a sua felicidade pela conquista.

“Me sinto realizado por representar a Bahia e a cidade de Ipiaú. Dificilmente as pessoas participam de uma competição tão grande de Karatê  e a felicidade maior é ser campeão” frisou Joselito.

O Blog Vicente Andrade parabeniza ao professor Joselito pela conquista e agradece por representar a nossa cidade tão bem.


Vicente Andrade  
Share:

terça-feira, 9 de maio de 2017

Vereador Lucas Louzado falou que todos os vereadores da base receberam cota de emprego


Foto de Lucas Louzado

Para que façamos uma politica honesta e a serviço do bem comum é preciso seriedade e transparência. E assim, muitas coisas precisam ser esclarecidas para a comunidade ipiauense.

No dia dois de maio, deste ano, o vereador Lucas de Louzado falou durante a sessão da câmara de vereadores que todos os vereadores da base da prefeita receberam uma cota de emprego. E ele enfatizou muito bem sobre isso.

Cabe, agora, aos vereadores e poder público investigar este fato e esclarecer as dúvidas da comunidade.

Assim foi a fala de Lucas:

“O celestina realmente é um descaso, por que na verdade é 11 pessoas só. É eu creio que todos os vereadores aqui da base teve uma cota de funcionários, eu cedo da minha parte dois. Todos sabem que teve uma parte sim, então todo mundo teve uma cota de emprego para trabalhar. Vou ceder da minha parte dois” ressaltou Lucas durante a sessão do dia dois de maio.  

O blog Vicente Andrade entrou em contato com Lucas para se explicar e o mesmo falou que iria fazer, mas não apareceu.

Lucas Louzado está com o direito de resposta.  

Vicente Andrade
Share:

Bote Fé! Jornalismo a favor da cidadania!

Bote Fé! Jornalismo a favor da cidadania!

Aula de Hidroginástica

Aula de Hidroginástica

Açougue Divino das Carnes

Açougue Divino das Carnes

Luciana Calheira

Luciana Calheira

Casa do Fazendeiro

Casa do Fazendeiro

Agenda Ipiaú

Agenda Ipiaú

O costelinha

O costelinha

Seguidores

Produto revolucionário!

Produto revolucionário!

Bigoru Lanches

Bigoru Lanches
Vicente Andrade. Tecnologia do Blogger.

Açaí da Bahia

Açaí da Bahia

Cheiro do Campo

Cheiro do Campo

Salão Alto Astral

Salão Alto Astral

Shirokuma

Shirokuma

Estecip

Estecip

Nanda's Hair

Nanda's Hair

Sucos Bom d+

Sucos Bom d+

Positivo

Positivo

Sobrenatural Lanches

Sobrenatural Lanches

Academia Saúde e Vigor

Academia Saúde e Vigor